17 de abril de 2012

Acabe com as dúvidas sobre Financiamento Imobiliário.

Financiamento Imobiliario



Especialista esclarece as maiores questões para que você possa dar entrada no financiamento sem problemas.






Uma das formas mais comuns de se adquirir a tão sonhada casa própria é através do financiamento. O mercado oferece algumas formas para obter esse empréstimo, seja direto com a construtora ou no banco.


Se você está preste a bater o martelo, fique atento às dicas do assessor jurídico da AMSPA (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), João Bosco Brito. Ele explica regras, prazos e documentação necessária para você não ter problemas no negócio.

1) Quais são as exigências para conseguir um financiamento imobiliário?

João Bosco Brito – Se você vai comprar um imóvel na planta ou em construção, direto com a construtora, precisará apresentar apenas documentos de identidade e cpf. Não há exigência de "ficha limpa". 

Já no financiamento bancário, além da "ficha limpa", é exigido comprovação de rendimento adequado ao valor do crédito (valor da prestação não pode ultrapassar 30% do valor da renda líquida). Também é necessário apresentar certidão de nascimento ou casamento, certidões de protestos, distribuidor judicial, imposto de renda e comprovante de residência.

2) Quanto tempo demora a liberação do crédito? 

João Bosco Brito – Direto com a construtora, imediatamente. Em financeiras, 30 dias para aprovar o crédito e até 180 dias para liberar o dinheiro.

3) Em quantas vezes pode-se financiar um imóvel?

Credito Imobiliario
João Bosco Brito – Em planos governamentais, como no Minha Casa, Minha Vida, o imóvel pode ser financiado em até 360 meses. 

Outros negócios, pelo Sistema Financeiro da Habitação, até 240 meses. Em planos privados, como o Sistema Financeiro Imobiliário, o critério é da construtora. Em geral, até 120 meses.


4) Qual o problema principal que inviabiliza um financiamento?

João Bosco Brito – No financiamento direto com a construtora, quando é emitido o contrato, as cláusulas chamadas "abusivas” deixam o comprador desmotivado para o negócio, pois favorecem a construtora com cobrança de taxas, comissão do corretor por fora, juros indevidos, correções ilegais, incorporação não registrada entre outros. 

Nos planos oficiais e financiamentos bancários, a falta de cadastro limpo ou de renda mínima necessária são os maiores empecilhos.

5) A Caixa é mesmo a melhor opção para financiamento? Por quê?

João Bosco Brito – É a melhor opção para as pessoas da classe média baixa ou de baixa renda, que podem comprar pelo programa Minha Casa, Minha Vida. 

Porém, famílias da classe média com renda maior e estabilidade de emprego, financiar direto com a construtora é a melhor opção. Já para quem não tem muita pressa no imóvel, a melhor opção é o consórcio.

"Nossa Dica - Verifique os estoques de imóveis prontos das construtoras, caso tenha um bom valor de entrada, além de o processo ser bem menos burocrático, o imóvel é novo e possui garantia da empresa, outra vantagem é que em alguns casos é possível obter um desconto na negociação, a desvantagem é que vai precisar dispor de mais dinheiro para a entrada e o prazo de pagamento é menor" (Imovel e Dicas).


Serviços:



Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy Imóveis