4 de abril de 2012

Saiba como Comprar um Imóvel na Planta com Segurança.

Imoveis Novos



Possibilidade de escolher a unidade habitacional mais adequada às necessidades e preferências do comprador como localização, tamanho e infraestrutura de lazer, além de melhores preços e condições de pagamento.








Essas são algumas das facilidades encontradas ao se adquirir um imóvel durante a fase de lançamento, ou seja, na planta.

No entanto, por se tratar de um bem que ainda não existe, o investimento exige paciência na espera pela conclusão da obra e cuidados especiais antes da compra.

"Fique atento! Siga nossas dicas e realize uma transação segura."

1) Conheça a história da construtora que está vendendo o imóvel, dê preferência a empresas com imagem sólida no mercado, analise outros empreendimentos imobiliários construídos pela mesma empresa, saiba se os prazos da obra foram devidamente cumpridos. 

2) Síndicos e moradores de empreendimentos prontos podem informar sobre a qualidade do material utilizado e da construção.

3) Para checar a saúde financeira da incorporadora e da construtora, verifique se o pagamento dos salários dos funcionários da obra estão em dia e se o número de profissionais envolvidos é o mesmo desde o início da construção.

4) Verifique se o projeto do empreendimento está aprovado na prefeitura e se as especificações batem com os dados fornecidos pelos vendedores. O Memorial de Incorporação também precisa estar registrado no Registro Geral de Imóveis (RGI).

5) Faça uma estimativa de quanto você pagará no rateio de condomínio quando o imóvel estiver pronto, pesquise o valor praticado nos prédios vizinhos. 

As despesas podem variar, reduzindo sempre que houver um número maior de apartamentos no edifício, e, aumentando com a presença de itens de lazer, como quadra, piscina, salão de jogos e de festas, entre outros. 

6) Cada modalidade de obra possui um regimento. Na construção por empreitada, a obra é de exclusiva responsabilidade do vendedor, com preço fechado e prestações e reajustes pré-determinados. 



Na construção por administração, a participação do comprador é maior, correndo mais riscos no empreendimento.





Há um “custo estimado” do imóvel e o comprador assume as despesas de construção, além de pagar uma taxa de administração.

7) Analise cuidadosamente todas as cláusulas do contrato do imóvel na planta antes de assinar o documento, que segue o mesmo padrão do compromisso de compra e venda de novos e usados, contendo, no entanto, um anexo chamado memorial descritivo. 

Formulado de acordo com a norma técnica da ABNT, o memorial deve apresentar a metragem da área útil e de uso comum, a localização da vaga na garagem e os acabamentos e sua qualidade, com a especificação de fabricantes ou marca dos materiais. 

8) De acordo com a Lei Federal nº 4.591/64, complementada pela 8.078/90, que regulamenta a atividade de incorporação imobiliária, quem compra um imóvel deve ser informado sobre o andamento da obra ao menos a cada seis meses; pode impedir modificações não previstas no projeto e na execução da obra, e tem direito a ser indenizado por prejuízos em conseqüência de atraso no prazo acertado.

9) No contrato de compra, junto com as demais informações, deve-se fazer constar um item garantindo a rescisão imediata e a devolução dos valores pagos, devidamente corrigidos, no caso da obra não ser entregue na data combinada, sem uma justificativa cabível.

10) Fique atento às cláusulas do seguro imobiliário obrigatório, certifique-se que a seguradora é uma empresa com boa fama no mercado e não possui qualquer relação com o grupo econômico da incorporadora. 

É importante lembrar que é o comprador quem deve estar protegido contra a má situação financeira das empresas, portanto, o seguro deve ter como beneficiário o comprador, não a construtora ou a incorporadora (Saiba mais sobre o Seguro). 

11) Guarde folhetos e demais peças publicitárias contendo as informações do empreendimento imobiliário a ser adquirido. O material poderá servir como documento contra irregularidades no cumprimento do acordo, tais quais atrasos na entrega e alterações no projeto original sem o consentimento dos compradores.

12) Proprietários de imóveis situados no litoral devem pagar o laudêmio e uma alta taxa anual de ocupação à Secretaria do Patrimônio da União, além do IPTU. Caso não se localize no litoral, procure saber se o imóvel está instalado em outro tipo de área pertencente à União, acarretando o pagamento de outra taxa anual.

13) Informação é tudo! Para confirmar a competência e a idoneidade de uma administradora, ligue para a linha gratuita do Banco Central (0880-99-23-45), responsável por fiscalizar as administradoras. 

Você também poderá obter informações sobre as administradoras com as delegacias regionais da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (ABAC) ou consultando os cadastros dos órgãos de defesa do consumidor, como o PROCON.

Serviços:



Por: Pacheco Maia.

Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy Imóveis