8 de junho de 2012

Imóveis sob medida, para Clientes Exigentes.

imoveis novos


Construtoras estão lançando empreendimentos que permitem a customização individual de cada unidade ainda na planta, de acordo com o gosto do cliente.







As construtoras agora oferecem, em alguns empreendimentos, a possibilidade do comprador definir na planta como será o imóvel, que cômodos ele terá, onde serão as paredes e outros detalhes. A questão agora se torna outra, como escolher o melhor projeto?

"Conforme o tempo passa, o perfil dos projetos mudam, e as pessoas querem evitar bloqueios com paredes e facilitar a integração, pois a decoração é agora para ser vista”.Com essa frase, a Arquiteta e Designer Maraí Valente justifica as escolhas associadas a solteiros e casais sem filhos".

Esse público gosta de unir diversos ambientes, os homens solteiros, segundo ela, têm uma postura ainda mais radical. "Normalmente, querem tudo aberto, desejam estar onipresentes, tanto que, às vezes, até o banheiro tem só uma divisória de vidro". 

Casais sem filhos, por sua vez, tendem a fazer um quarto grande e outros cômodos fechados, que pode ser um escritório ou um closet, salas e cozinhas, no entanto, são integradas, transformando esse último ambiente também em um espaço social, diz Maraí Valente.

A Arquiteta Francine Sakata, do NK&F Arquitetos, lembra que essa opção pode ser ruim quando há uma empregada que use constantemente a cozinha, o que tira a liberdade dos moradores. 

imoveis na planta

Ela recomenda também cuidado na hora de sair integrando ambientes, pois o comprador pode ter surpresas desagradáveis com barulhos de diferentes lugares.

“Ninguém quer ouvir a máquina de lavar roupa no quarto”.




Casais com filho, por sua vez, fazem escolhas diferentes. “Eles gostam de ter sala de jantar e, se possível, suítes para eles e as crianças”, explica Maraí Valente. Ela diz, ainda, que é indispensável um quarto extra quando houver uma empregada ou babá que durma na residência. 

Caso contrário, basta um banheiro extra, os filhos acabam fazendo com que se priorize mais a funcionalidade do que a beleza do apartamento, conclui a Arquiteta. 

Seguindo a mesma linha, Francine Sakata diz que a divisão em partes é boa para famílias grandes, pois cada pessoa tem necessidades diferentes. Quando o apartamento tem paredes, é simples adaptá-lo a quem deseje mais amplitude, basta quebrar.

Mas e quando o imóvel foi construído já com os cômodos integrados? 

Nesses casos, também é fácil mudar o perfil da residência, Francine Sakata diz que divisórias de alvenaria ou gesso são erguidas. Já Maraí Valente conta que se podem usar armários dos dois lados como estratégia para se dividir ambientes. Além disso, afirma que painéis móveis são recursos interessantes para mudar a integração entre cômodos.

Independentemente da escolha, o importante, no final, é que a customização deixe o apartamento ao gosto do principal interessado, o Morador!

Serviços:



Foto: Diego Cervo (Shutterstock)

Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy Imóveis