2 de outubro de 2012

Crescimento sustentável do Crédito Imobiliário.

credito imobiliario




No acumulado deste ano, o crédito imobiliário ficou apenas 0,5% acima do resultado dos primeiros oito meses de 2011.





Os financiamentos para a aquisição e a construção de imóveis voltaram a crescer e teve em agosto o melhor desempenho histórico, segundo a Abecip. O volume de empréstimos chegou a R$ 8,25 bilhões, um resultado 28% maior que o apurado em julho e 4,9% acima do registrado em agosto de 2011. 

O número de unidades financiadas em agosto avançou mais, 31%. No acumulado deste ano, foram financiadas 294,7 mil unidades, 8,6% a menos que no ano passado. Considerados os últimos 12 meses, entre setembro de 2011 e agosto deste ano, a quantidade de unidades com financiamentos foi 13% a menos que no período anterior.

"O volume de empréstimos para construtoras e incorporadoras está se recuperando. Os lançamentos estão sendo retomados, talvez não no patamar de crescimento de 42% de 2011, diz Octavio da Lazari, presidente da Abecip. O setor deve fechar este ano com alta de 15 a 20%", segundo o executivo.

O primeiro semestre teve alta de 23% do crédito para mutuário final e queda de 28% no financiamento para empresas. Para Lazari, tempos de expansão de 65%, como em 2010, não devem mais ocorrer.

"O crescimento de 2010 não teve uma base sólida. Entendemos que não é viável crescer naquele patamar", afirma. "O crescimento bem sustentado para a economia é de 20 a 25%, acima disso surgem problemas de insumo, mão de obra e a conseqüência para o consumidor é o atraso na entrega dos imóveis".

Serviços:




Por: Maria Cristina Frias.

Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy