12 de outubro de 2012

Taxa de juro na Compra do Imóvel.

credito imobiliario



O Banco Central anunciou esta semana a redução em 0,25 pontos percentual da taxa Selic e cravou em 7,25% a taxa de juro. 




Apesar da decisão não ter sido unânime, a medida busca garantir a queda da inflação. O reflexo dessa redução no mercado imobiliário não será sentido, na avaliação de Alexandre Lafer, CEO da Vitacon Incorporadora e Construtora.

Como os bancos ainda possuem o estoque da poupança “antiga”, que remunera TR mais 0,5% ao mês, o efeito da queda na taxa de juro só deve começar a ser sentido em 2013, pelos compradores de imóveis,  momento em que o custo dos empréstimos deve diminuir para os bancos, refletindo a queda da Selic.

Frankel completa explicando que a queda da Selic vem barateando o crédito via mercado de capitais cada vez mais, facilitando a vida dos incorporadores, que podem assim repassar esse “desconto” ao comprador final, favorecendo um novo ciclo de crescimento. 

"Os investidores que encontram aplicações com rendimentos que chegam a perder para a inflação ficam obrigados a buscar alternativas mais rentáveis como ações e imóveis”. A reunião do Copom deu sinais claros de que a tendência de queda tende a estacionar a partir de agora.

Veja Também: Como financiar a Compra do seu Imóvel.

Serviços:





Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy