9 de outubro de 2012

Alphaville em busca de Locatários.

imoveis comerciais



Com taxa de mais de 35% de vacância, alguns empreendimentos chegam a ter de 21% a 85% de disponibilidade. 







A região de Alphaville, depois de um aumento de migração de empresas e investimento imobiliários, está sofrendo com altas taxas de vacância nos imóveis corporativos. A culpa é dividida em três fatores: preço de locação do metro quadrado, distância e trânsito.

De acordo com o relatório de pesquisa da Colliers International Brasil, a taxa de vacância chegou a 36,8% no primeiro trimestre de 2012. Na época analisada, o Edifício Brascan Century Plaza - Torre Corporate, por exemplo, foi entregue com apenas três andares ocupados; enquanto I-Tower e Castelo Branco Office Park apresentavam disponibilidades de 85% e 21%, respectivamente.

O coordenador de pesquisa da Colliers, Leandro Angelino, analisa que Alphaville começou a se tornar foco imobiliário por conta do baixo preço dos terrenos e disponibilidade de área – um chamativo para as empresas que estavam sentindo dificuldades de relocação dentro de São Paulo. Com isso, o mercado corporativo na região cresceu muito nos últimos cinco anos.

Entretanto, ainda que tenha havido forte cresimento do setor imobiliário na localidade, a alta na demanda imaginada pelos investidores  não se concretizou. Isso porque as empresas deixaram de considerar aspectos importantes. 

imoveis comerciais


Angelino lembra que quando uma empresa opta em se mudar para um novo local, precisa pensar no deslocamento de seus funcionários, localização dos seus fornecedores e concorrentes, além da facilidade para o seu cliente.



Ao contrário disso, o trânsito a caminho de Alphaville costuma ser "pesado" e, fora a dificuldade de chegar, com o tempo, os preços de compra e locação se tornaram altos, para um local fora de São Paulo. Para se ter ideia, no primeiro trimestre deste ano, o valor médio de locação por metro quadrado era de R$ 65, mesmo preço da região da Barra Funda.

Tendências:

Ainda segundo a Colliers, a região que deve tomar o espaço de Alphaville e despontar na preferência dos empresários é a Faria Lima, que prevê vários empreendimentos, como as construções do Pátio Malzoni, onde cerca de 70% da sua área foi pré-locada ainda no 1º trimestre, e Atrium X, pré-locado totalmente para a Bunge Alimentos.

Apesar de o preço médio de aluguel na região ser mais que o dobro em Alphaville (cerca de R$ 185), a demanda na Faria Lima é muito maior por conta dos novos prédios em construção e pela facilidade que a região proporciona, com transporte, entre outros.

Outros locais que  devem crescer em imóveis corporativos são Vila Olímpia (preço médio de aluguel de R$ 139), Marginal Pinheiros (preço médio de R$ 107,5) e Roque Petroni (valor do aluguel de R$ 111).

Serviços:




Por: Juliana Américo Lourenço da Silva.
Fonte: InfoMoney 

Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy