2 de dezembro de 2019

Casa ou apartamento? Veja como escolher o melhor para você!





Veja agora os prós e contras que uma casa ou apartamento apresentam, e escolha o tipo de imóvel que melhor condiz com suas necessidades e expectativas.







O imóvel próprio é de fato um dos principais sonhos dos brasileiros. Mas, depois de poupar uma quantia de dinheiro suficiente para a compra, é normal se perguntar qual é a melhor opção: casa ou apartamento?


É muito comum que perguntas apareçam, uma vez que que essa é uma grande decisão a ser tomada. Afinal, estamos falando da conquista de um novo lar. Por isso, é muito importante refletir nas vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções antes de fazer a escolha, evitando assim futuras frustrações.

Na prática, tanto a casa quanto o apartamento têm suas vantagens e desvantagens. Neste texto, temos o intuito de ajudar você a fazer suas escolhas de acordo com as características de cada uma dessas alternativas. Confira a seguir as particularidades da compra de uma casa ou um apartamento e decida-se de uma vez por todas onde irá viver.

As vantagens de morar em uma casa:

1. Espaço adicional:

Para famílias com filhos e/ou animais de estimação, ter uma casa normalmente significa ter uma área externa maior, permitindo que eles brinquem ao ar livre sem ter a necessidade de ir a parques, praças públicas e particulares;

2. Você decide o que vai priorizar:

Para realizar mudanças e melhorias no imóvel, não há necessidade de chegar a um consenso coletivo, por meio de votação e afins, como as que são conduzidas por um síndico sobre as reformas em apartamentos, pois as decisões cabem, exclusivamente, aos próprios moradores do imóvel.

3. Não possui taxa condominial:

Com exceção de casas situadas em condomínios horizontais fechados, casas em vias abertas não têm que pagar taxa condominial e você pode economizar esse dinheiro para fazer outras coisas que importam para você, como se encontrar com os amigos ou instalar coisas novas em casa.

4. Versatilidade:

A casa tem ainda a característica de ser versátil, ou seja, dá para fazer dela moradia e às vezes empresa juntas no mesmo terreno. Assim como, escritórios anexos, oficinas, salão de beleza, reformas com mudanças estruturais, aumentar a cozinha, fazer mais um quarto, uma varanda, dobrar o tamanho da lavanderia, entre outras mudanças. Desde que o terreno e a planta do imóvel permitam, essa opção é livre para o proprietário.

5. Garagem:

Em um país que há número gigantesco de automóveis, não é só nas ruas que os espaços ficam disputados por carros, isto também ocorre com as garagens. Diversas casas permitem a entrada de vários automóveis ao contrário dos apartamentos onde essas vagas são limitadas e fixas.


As desvantagens de morar em uma casa:

1. Custo elevado:

Como não há rateio das despesas, os custos com manutenção que são indispensáveis para a conservação do imóvel acabam ficando mais elevados, uma vez que ficam inteiramente a cargo do proprietário. Isso muitas vezes, sobreleva a economia obtida com a ausência da taxa condominial.

2. Menos segurança:

Prédios com apartamentos contam com portarias e normalmente são situados em áreas mais movimentadas do que casas. Ainda que existam soluções para amenizar os riscos, como câmeras de segurança, alarme e cerca elétrica, nem sempre essas são medidas assertivas - além de serem mais caras. 





Além disso, a moradia de uma pessoa que viaja muito ou fica pouco tempo em casa pode ser um alvo fácil para a invasão de bandidos, pois acaba chamando a atenção.







As vantagens de morar em um apartamento:

1. Maior segurança:

A portaria na maioria das vezes assegura o controle de quem entra e sai do prédio, bem como evita que vendedores e outros desconhecidos o incomodem no dia a dia. Além disso, como normalmente há a existência de um sistema de vigilância completo, isso afugenta os criminosos.

2. Praticidade:

É muito mais simples cuidar de um apartamento do que de uma casa, uma vez que basta limpar os cômodos internos (normalmente menores), já que as áreas externas são comuns e contam com prestadores de serviço para a manutenção. É importante ressaltar que, devido à distância da rua, até mesmo a poeira carregada pelo vento costuma ser menor.

3. Facilidade:

Grandes empreendimentos imobiliários atraem uma ampla rede de comércios e serviços para as proximidades, evitando a necessidade de se deslocar pela cidade para dar conta das necessidades do dia a dia.

4. Mais acessibilidade:

Condomínios tendem a ter uma localização mais privilegiada, situando-se em centros urbanos ou, quando distantes, sendo atendidos por diversas linhas de transporte público. Em consequência disso, o morador acaba diminuindo os gastos e tem seus deslocamentos facilitados.

5. Melhor qualidade de vida:

Apartamentos costumam contar com uma infraestrutura completa para o lazer familiar, com direito a áreas verdes, churrasqueira, parque, quadra, espaço pet e muitas outras atividades, garantindo assim a diversão de toda a família.

6. Menos estresse:

Visto que não há a necessidade de sair do condomínio para passear com as crianças e/ou animais de estimação, bem como receber os amigos, evita-se pegar trânsito. Além disso, em muitos casos, a distância dos barulhos da rua proporciona melhores noites de sono.

7. Economia:

Ainda que tenha a taxa condominial, se os gastos com a manutenção do imóvel e a redução dos gastos com lazer e academia de ginástica forem colocados no papel, o custo de morar em um apartamento é bem menor do que em uma casa.


As desvantagens de morar em um apartamento:

1. Regras e condomínio:

Obviamente é necessário que os moradores de apartamentos e imóveis em condomínios se comprometam a pagar as taxas e se submetam às regras aplicadas a todos os condôminos. Aquele que não se sujeitar ao regimento interno ou ao que foi imposto na convenção de condomínio pode sofrer punições de caráter pecuniário, às penalidades financeiras. Além do que, em alguns casos como o do não pagamento de taxas, pode até mesmo ser impedido de frequentar áreas comuns, como piscina, churrasqueira e quadras esportivas.

2. Menos privacidade e autonomia:

A privacidade é reduzida, uma vez que nesse tipo de imóvel se convive com vizinhos diariamente, sendo que em alguns casos é possível até escutar tudo o que acontece do outro lado das paredes. 





Além disso, a área social é compartilhada e o dono do imóvel não tem autoridade necessária para fazer as mudanças que quiser.







3. Escadas:

Caso não haja elevadores, as escadas podem se tornar um grande empecilho, o que é comum em prédios de poucos andares. Esse pode ser um fator limitante para pessoas com mobilidade reduzida, idosos, cadeirantes, grávidas ou crianças, sem falar em situações no qual se está com sacolas pesadas, por exemplo.

4. Compromisso:

Mesmo com as vantagens embutidas na taxa condominial (manutenção das áreas externas do imóvel, espaço de lazer, segurança reforçada e para a prática de atividades físicas e ao ar livre), é preciso entender que ela é um compromisso e é uma taxa que deve ser paga todo mês, para não se tornar inadimplente.

Comprar uma casa ou apartamento? Qual a melhor escolha?

A casa e o apartamento têm suas vantagens e desvantagens, e todas devem ser levadas em consideração para que o comprador tome uma decisão mais eficaz.

Por exemplo, a casa, possui a grande vantagem de uma possível área externa particular, ótima para quem tem crianças, animais de estimação e plantas. O apartamento, por sua vez, também não pode proibir a estadia de animais de estimação e pode oferecer ótimas áreas de lazer para crianças e adultos. Pode-se avaliar também a opção por condomínios de casas, que são basicamente uma junção das vantagens de casas e apartamentos.

Outra questão que deve ser levada em consideração é a quantidade de pessoas da família. Apartamentos são ótimos para quem está começando a vida de maneira independente ou construindo sua família. Isso acontece porque, geralmente, os apartamentos têm cômodos menores e não possuem um bom isolamento acústico entre as paredes das unidades.

Já as casas são ideais para famílias maiores, que gostam de recepcionar os amigos e familiares com frequência. As casas em sua maioria tem cômodos e até mesmo áreas de lazer maiores, além de oferecer mais privacidade e comodidade.

Resumindo:

Uma casa geralmente é ideal para quem:
  • busca conforto e liberdade, fazendo suas regras;
  • necessita de espaço amplo para chamar de seu e quer privacidade;
  • precisa de contato com natureza, gosta de lidar com suas plantas, em espaços abertos;
  • foge dos elevadores e escadas;
  • adora cuidar pessoalmente do carro aos finais de semana;
  • ama animais de estimação grandes;
  • recebe visita da família e amigos com frequência, em conversas com boa música e sem hora para acabar;
  • ama demais sua churrasqueira.

Um apartamento geralmente é ideal para quem:
  • precisa de praticidade, lugar fácil de cuidar;
  • sente-se bem em ambientes menores e mais aconchegantes;
  • precisa de segurança;
  • necessita viajar mais tranquilamente aos fins de semana;
  • enxerga a garagem e quintal como espaços trabalhosos de cuidar;
  • curte animais de estimação, desde que sejam pequenos;
  • sonha com área de lazer, academia, salão de festas;
  • não tem tempo para pensar na manutenção do imóvel;
  • gosta de fazer novas amizades.

Agora que você já sabe as vantagens e desvantagens de morar em uma casa ou apartamento, aproveite para conferir as ofertas disponíveis em nosso portal.



Fonte: Casa Mineira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Brasil Brokers Enjoy Imóveis